destaque-blog-jogando-com-os-filhos

A importância de jogar com os seus filhos

Para crianças, o ato de brincar é o modo natural de fomentar a curiosidade, o aprendizado, o fortalecimento de laços simbólicos e reais. É onde acontece grande parte da interação e aproximação entre a criança e seus pais, que fica ainda mais segura com a presença carinhosa dos familiares, sempre prontos a ajudar, entender e a formar o mosaico de emoções que serão a base de uma existência saudável.

Este é o momento do encontro, do estar juntos, de criar vínculos que se manterão por toda a vida. Brincar com o filho em um jogo de meia hora, pelo menos, é suprir ausências, construir uma relação salutar e cheia de significados.

No jogo, a criança passa a conhecer seus próprios limites, encontrar seu lugar no mundo e na família, é uma formação de identidade e personalidade. Brincar com o filho, jogar junto com a criança é ajudá-la e desvendar seu caminho, é apoiar na busca da liberdade, do conhecimento, da autonomia e de uma vida saudável e feliz nas mais diversas fases da vida.

É brincando que a criança se prepara para entender o mundo, as relações entre as pessoas, e o desenvolver de seus valores e conceitos. E os jogos são a melhor forma de criar um universo simbólico positivo, que possa ser aos poucos desvendado por ela, fixando noções de valor, regras, disciplina, criatividade, da necessidade de enfrentar e vencer desafios, aprender a ganhar e a perder, de lidar com as emoções e preparar sua vida futura.

Esse momento tão importante pode e deve ser compartilhado com os pais, que assim ajudarão a ensinar, viver junto, apoiar, estimular, orientar e, principalmente, participar das descobertas e experiências ao lado dos filhos.

Por isso, separe sempre um tempo para jogar e brincar com seus filhos. Você vai criar laços e momentos de muita importância para a formação deles e, além disso, momentos inesquecíveis para você.

Este post foi uma contribuição da psicóloga clínica Ana Luísa Bolivar do Monte Malachias, convidada pela Geeks N’ Orcs para falar sobre o assunto. Conheça o trabalho dela em: Espaço Viva Emoções

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email