anuncio-facebook-futboard

Corrida de Canetas | Preview

Quer saber mais sobre o nosso próximo lançamento, o Corrida de Canetas? Então se liga no conteúdo abaixo que eu preparei.

Corrida de Canetas: o primeiro de muitos

No dia 01/08/2021, um domingo, a gente aqui da GNO fez uma live apresentando nossos próximos projetos a serem lançados. Apresentamos 8 jogos que estão em desenvolvimento, sendo trabalhados para cumprirem um papel na coleção de jogos dos nossos clientes.

O primeiro jogo anunciado na live e o mais próximo de ser lançado é o Corrida de Canetas. Um jogo do André Teruya, um autor que não tem muitos jogos publicados, mas é extremamente conhecido nos bastidores do mercado e amplamente reconhecido como um cara disruptivo, inovador, com ideias completamente “fora da casinha”.

Corrida de Canetas, como não poderia deixar de ser, é um desses jogos “Fora da Casinha” do André. Menos pela sua inovação disruptiva e mais pela simplicidade de uma nova abordagem sobre ideias estabelecidas.

Como conheci o jogo

O jogo é baseado na antiga brincadeira que contava com canetas e papéis, em que jogadores competiam para ver quem conseguia, com movimentos simples de escorregar uma caneta, chegar do ponto A ao ponto B mais rapidamente. O André queria fazer um jogo assim e um belo dia me mandou uma mensagem no WhatsApp, com seu jeito bem característico.

“Meu, fiz um jogo aqui que é uma viagem. Achei a cara da Geeks, tô testando com minha filha direto e ela está adorando. Você lembra daquela corrida de canetas que jogava nos tempos de escola?”

Eu não lembrava. Na realidade, eu nunca brinquei disso. Mas o André me mandou uma imagem de um circuito e um áudio explicando o jogo e era bem simples. Quem traçasse uma linha contínua da largada até a chegada num circuito de corrida em menos tempo vencia.

Simples assim.

O Desenvolvimento do jogo

Eu achei a ideia interessante, queria saber mais e fui conversando com o André. Fui entendendo o que ele pensava para o jogo e propondo algumas alterações aqui e ali, com a implementação de novas dinâmicas e uma forma mais fácil de “cronometrar” o jogo.

Conforme eu ia citando algumas possibilidades, ele ia criando desafios diferentes nas pistas, fazendo rotas alternativas, variadas, bônus, penalidades, manobras…

Foi um processo interessante, pandêmico. Com o distanciamento social, o André me passava reports pelo WhatsApp e eu devolvia impressões e sugestões por lá, talvez o processo mais diferente de desenvolvimento que eu já pratiquei.

O resultado

No fim das contas, chegamos ao que se tornou, depois de mais um pouquinho de trabalho e talento de designers gráficos e ilustradores, o produto final.

Corrida de Canetas se tornou um jogo com 6 pistas diferentes, em que os jogadores disputam um circuito completo, como no Mario Kart. Cada circuito é composto por 3 pistas, sorteadas no início da partida.

1 a 4 jogadores vão, em seus respectivos tabuleiros, percorrer as pistas simultaneamente. Quem finalizar deve correr ao centro da mesa e pegar o marcador de posição de maior colocação disponível, 1º, 2º, 3º ou 4º.

Nas pistas existem diversos desafios, loops, saltos, moedas e pontuações bônus, obstáculos que devem ser evitados… tudo isso para ganhar ou perder pontos.

A cada corrida, a pontuação do jogador é a soma da pontuação referente à sua colocação – o primeiro colocado da corrida, por exemplo, leva 10 pontos – os bônus conseguidos com manobras e itens disponíveis na pista, menos as penalidades que porventura acontecerem (bater em um obstáculo, esbarrar nas bordas das pistas etc).

Em uma partida, as pontuações das três corridas de cada jogador são somadas e quem tiver a maior soma vence a partida.

O que você pode esperar do Corrida de Canetas

É um jogo muito frenético, com partidas sempre diferentes em que você pode traçar estratégias diferenciadas para cada uma das partidas. Por vezes pode parecer uma boa ideia ignorar os bônus e correr para os 10 pontos, mas às vezes não será suficiente. Por isso, se arriscar por mais pontos faz parte das escolhas do jogo.

Corrida de Canetas é divertido, fácil de jogar e sempre envolvente, difícil até de tirar os olhos das pistas. É um projeto do qual me orgulho de ter feito parte e fico muito feliz de finalmente conseguir trabalhar em um jogo do Teruya, o que era uma vontade de longa data.

Ainda este ano vocês vão poder conhecer este jogo divertido demais que temos o prazer de ver chegar ao mundo pelas nossas mãos.

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email